domingo, 3 de abril de 2011

Recursos Ergogênicos e a atuação do Biomédico no Esporte


O que sabemos sobre os recursos ergogênicos? Muitas pessoas não sabem o que significam ou para que servem. Como aluno do curso de Biomedicina, estou estudando sobre este assunto em uma disciplina muito especial, conhecida como Biomedicina do Exercício no Esporte, um trabalho que auxilia no desempenho dos atletas.
Recurso Ergogênico é um procedimento ou recurso capaz de aprimorar a capacidade de realizar um trabalho físico ou o desempenho atlético, onde pode ser nutricional, físico, mecânico, psicológico ou farmacológico. Atuam como estimulantes centrais ou periféricos do Sistema Nervoso, aumentam o armazenamento e/ou disponibilidade de um substrato limitante, diminuem ou neutralizam os co-produtos metabólicos que inibem o desempenho, facilitam a recuperação, alteram o meio ambiente interno da forma a aprimorar a dinâmica muscular e fonte complementar de combustível.
Muitos atletas amadores ou profissionais utilizam destes recursos para terem um bom desempenho nas competições. Alguns são proibidos e são classificados como doping. Se na amostra for detectado algum tipo de substância irregular, o atleta poderá ser penalizado com penas leves, medianas e até mesmo banido da modalidade esportiva em que compete.
Existem vários tipos de recursos ergogênicos que não afetam os atletas, e sim os ajudam nos bons resultados. São recursos como: concentração antes e durante as provas, boa alimentação antes e depois dos exercícios e provas, equipamentos adequados para o esporte praticado (bicicleta, tênis, roupas), músicas que os ajudem nas concentrações.
Com tantos recursos que fazem bem para a saúde e que os auxiliam nos desempenhos é difícil de acreditar que muitos atletas profissionais acabem utilizando substâncias proibidas pelo COI. Dentre elas temos estimulantes, analgésicos narcóticos, esteróides androgênicos e anabólicos, beta-bloqueadores, diuréticos, hormônios peptídicos e análogos, álcool, maconha, anestésicos, corticosteróide, substâncias que alterem a integridade da amostra da urina e métodos artificiais de melhora de capacidade fisiológica. 
Atletas que querem alcançar bons desempenhos nas competições podem conquistar utilizando os recursos ergogênicos adequados. Uma boa alimentação antes e depois dos treinos, aquecimento antes dos exercícios, bons equipamentos e muita concentração, são alguns exemplos que podem fazer de um atleta um verdadeiro campeão.
Temos bons exemplos de verdadeiros campeões em nosso país. Mas, também temos atletas que usaram substâncias proibidas e tiveram suas condenações. Indiferentemente do tempo de suspensão, isso ficará marcado na vida do atleta para sempre.
Saúde em primeiro lugar!  


Autor: Wellington Silva, estudante de Biomedicina.

Orientador: Prof. André Bellin Mariano, D.Sc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário